Início

REVÓLVER OU PISTOLA. QUAL É O MELHOR?

26 Comentários

Esta é uma pergunta antiga e muito polêmica, já envolve muita paixão – pois é isso que o revólver significa!!! Quem não esbugalha os olhos quando vê um grande e imponente revólver? E também envolve desconfiança, que é o que muitos ainda tem em relação às pistolas, principalmente aqueles que não tem intimidade com essa tipo de arma de fogo.

A verdade é que hoje as duas armas coexistem e tem seus adeptos, que movidos pela paixão, ou pela razão fazem sua escolha e a defende com veemência. Por isso esclareço logo no inicio deste artigo que as palavras que seguem à frente são as minhas considerações sobre o tema, nada mais do que isso.

revolver e pistola 2

Por exemplo, temos aqui nessa foto uma pistola Desert Eagle da IWI (Industria Israelense de Armas), no calibre .50AE (Action Express) e um revolver G500 da Smith & Wesson, que calça o calibre .500 S&W Magnum. São dois canhões  desejados pela grande maioria dos atiradores e admiradores de armas de fogo do mundo todo!!!

Mas esses dois calibres não servem para o uso policial ou para a defesa pessoal por causa do grande recuo que eles geram e também pelo exagerado tamanho. O tempo de reenquadramento da arma após um disparo é muito longo, de forma que enquanto você faz um disparo, seu oponente, armado de .380 ACP, faz três ou quatro. Claro que se você conseguir acertar seu oponente ele vai morrer umas três vezes!!

Uma curiosidade desses calibres é que eles são – teoricamente – iguais, só que um é uma versão para pistolas e o outro para revolveres. Se você quiser saber tudo sobre o .500 S&W MAGNUM – O CALIBRE DE MÃO MAIS PODEROSO DE TODOS, é só clicar aí. Essa é uma de nossas melhores publicações!

Já que o tema é bastante polêmico, para diminuir o alcance de nossa despretensiosa discussão, vamos nos ater a controvérsia REVOLVER X PISTOLA, apenas para o emprego policial e para a defesa pessoal.

Esse vídeo mostra um teste balístico que começa com uma 9mm, passa pelo Casull 454 e termina no G500.

Vamos iniciar os debates sobre o tema, para mais à frente chegarmos à conclusão se é o revolver ou a pistola

Mais

TAURUS OU IMBEL?

93 Comentários

Há muitos anos me deparo com essa pergunta. Que arma devo comprar uma TAURUS ou uma IMBEL? Alunos, atiradores, admiradores, pessoas que querem garantir sua defesa pessoal comprando uma arma, simpatizantes e tantos outros, sempre que começam a se interessar pelas artes bélicas se perguntam que arma devo comprar?

Evitei tocar nesse assunto várias vezes, pois vaidades e interesses, dentre vários outros fatores entram em jogo e com certeza – e nem é minha intenção, essa breve publicação nunca iria exaurir o tema e desagradaria mais que agradaria aos que entendem ou querem entender sobre o assunto. Então deixo bem claro que o que adiante vou expor são opiniões minhas. Assim, fiquem à vontade para colocar as suas, pois sei que esse assunto poderá gerar inclusive discussões acaloradas.

Pistola Tanfoglio

Pistola Tanfoglio

Começo deixando bem claro que falo da escolha entre TAURUS e IMBEL, pois se pudesse comprar outra marca de arma de fogo com certeza não compraria uma arma da IMBEL, muito menos da TAURUS. Compraria outras marcas, uma para cada fim, como por exemplo: uma pistola TANFOGLIO ou da STI para a prática do IPSC;

Mais

TIRO EMBARCADO EM AERONAVE

4 Comentários

No dia 18 de janeiro de 2013, aconteceu no Grupamento Aéreo da Polícia Militar do Estado de Goiás (GRAER) uma instrução de tiro embarcado em aeronave. Graças a autorização do Comandante do GRAER, Sr. Major Ricardo Mendes – RM para os mais próximos, pude ter a felicidade de participar desta instrução, que é o sonho de qualquer atirador, disparar de uma aeronave em alvos que estão no solo.

O GRAER é uma Unidade Policial Militar subordinada diretamente ao Comando de Operações Especiais e hoje possui duas aeronaves e um efetivo composto de oficiais e praças extremamente especializados.

O GRAER uma das unidades da PMGO e como o próprio Maj RM disse em sua preleção matinal que antecedeu a instrução, é uma Unidade Militar “Especializada e Especial”, e por isso se destaca entre os grupamentos aéreos do país, pois forma PPMM (policiais militares) de outras corporações policiais militares de outros Estados e também de outras forças. 

Visão frontal do Galpão do GRAER.

Visão frontal do Galpão do GRAER.

Pela manhã o Comandante do GRAER fez uma briefing, ou preleção – como prefiro dizer, com a tropa explicando como se desenvolveria a instrução daquele dia, quais os objetivos e fazendo algumas observações importantes como as regras de segurança e a atenção dos participantes, que deve ser redobrada durante os exercícios.

Preleção matinal.

Preleção matinal.

Após a preleção deslocamos para o local da instrução, uma fazenda fora do perímetro urbano de Goiânia, isso pois o espaço para a realização desse tipo de instrução deve ser muito grande. O local utilizado foi perfeito, pois havia também linhas de tiro onde pudemos fazer as duas partes da instrução.

Esse vídeo mostra a chegada dos instrutores e do aluno convidado – eu, ao local da instrução.

A instrução se dividiu em duas partes bem distintas. A primeira com o tiro em solo onde os PPMM realizaram tiro estático em uma linha de tiro, com os alvos à frente,

Mais

INSTRUÇÃO COM O “FUZIL” MD97 IMBEL PARA O GIRO

12 Comentários

Terminou no dia 04 de fevereiro, a instrução para a habilitação no uso do “fuzil” da IMBEL MD97 para o GIRO (Grupo e Intervenção Rápida e Ostensiva) da PMGO.

GIRO com as

GIRO com os “fuzis” MD 97 IMBEL.

Perceba que quando me refiro ao MD97 como fuzil coloco entre aspas. Isso porque ele na verdade não é um fuzil, mas sim uma carabina. Todas as armas que possuem o regime de tiro automático (rajada), quando são enviadas para as Polícias Militares (PPMM) para serem usadas na lida operacional, são convertidas para o sistema semiautomático. Apenas as Forças Armadas, teoricamente, são autorizadas a utilizarem  armas de fogo com regime automático.

Pelo fato de não possuir o regime de tiro automático e também pelo tamanho do cano ser menor do que o dos fuzis e ainda por serem mais compactos, o MD97 que as PPMM trabalham não é um fuzil de assalto, mas sim uma carabina, mesmo calçando a munição 5,56x45mm ou .223 Remington.

Infelizmente o Exército Brasileiros ainda controla as armas que as PPMM usam, restringindo bastante as nossas escolhas. Não podemos sequer escolher a marca da arma para trabalharmos. Os únicos fabricantes de armas nacionais são a TAURUS e a IMBEL. Ruim e menos ruim respectivamente, por isso trabalho com a pistola menos ruim, uma IMBEL .40.

MD97 IMBEL e XM15 Bushmaster.

MD97 IMBEL e XM15 Bushmaster.

Utilizamos também na instrução “fuzis” XM15 Bushmater e “inconscientemente” os PPMM sempre escolhiam o XM15 para atirar, mesmo tendo a falsa fama de serem descartáveis Mais

%d blogueiros gostam disto: